MAPA DE VISITAS MUNDIAIS

free counters

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Passeio de BTT Rota da Pedra e da Água












Mais um evento organizado pela secção de Desporto da Câmara Municipal de Abrantes, mais um dia bem passado.

O dia não se adivinhava muito seco pelo tempo que se fez sentir até à data, mas isso não era problema pois quem se aventurava para um passeio com este nome "Rota da Pedra e da Água" já sabia para o que vinha. Como um passeio de BTT é um dia de convívio, o São Pedro também quis entrar na festa e começou logo a dar ar da sua graça quando por volta das 9 horas começaram a cair uns tímidos pingos.

A partida (do Aquapolis Sul) deu-se um pouco depois das 9 horas, e por esta altura já a chuva tinha parado. Iniciado o passeio a ritmo lento, o pelotão dirigiu-se em direcção ao Fôjo, altura em que o alcatrão deu lugar aos primeiros trilhos ensopados como não poderia deixar de ser.
Nos primeiros quilómetros a paisagem não mudou muito, com lama e mais lama mas sempre sem grandes inclinações. No Casal do António fazia-se a separação dos percursos. Até aqui as maiores dificuldades eram mesmo as linhas de água que era preciso ultrapassar evitando mergulhar dentro delas.
Em Negrinhos, e depois de uns metros de alcatrão a primeira subida digna desse nome. Para além das dificuldades do desnível a lama acrescia ainda mais dificuldades já que o terreno estava mole e os pneus afundavam dificultando o andamento. Ultrapassada a dificuldade, e depois de mais alguns altos e baixos sempre na companhia da lama, o 1º abastecimento na Concavada.
A partir daqui seguia-se em direcção à Central do Pego, talvez a zona mais sinuosa e com mais lama do percurso. A descida da tomada de água parecia uma pista sobre manteiga, tanta era a lama associada ao forte desnível.
Por esta altura estavam percorridos cerca de dois terços do percurso e a chuva só tinha feito uma pequena aparição de meia dúzia de minutos.

Depois da zona da Central várias subidas bastante inclinadas, tornavam-se praticamente intransponíveis, tanto em cima da burra como com ela à mão tal a falta de aderência.
Já nos quilómetros finais havia ainda direito a duas “surpresas”, um cão que estava preso junto ao caminho (mas que não parecia) e que obrigava os bttistas a um sprint extra, e uma vala "malcheirosa" que teimava em fazer desmontar alguns participantes mas não da forma convencional. Felizmente e que saibamos ninguém se aleijou.
Os últimos quilómetros eram feitos junto ao Tejo, terminando a terra batida na estrada nacional 118 no Fôjo, seguindo-se depois por alcatrão até ao final.

No geral um passeio com um percurso muito agradável, duro sobretudo pela lama, com boas marcações e abastecimentos (dois) suficientes. Segundo relatos água quente não chegou para todos, e a pressão para lavar as bicicletas era pouca. O almoço foi servido no “Gaveto” e foi sem dúvida 5* em todos os aspectos. Uma palavra também para as ofertas da organização que para além da usual t-shirt, ofereceu ainda um par de apertos rápidos bastante úteis.
.
Dorsal / Nome / Tempo
169 Miguel Serra 2:05
002 Gonçalo Coelho 2:18
120 Joaquim Lopes 2:18
015 Mário Domingos 2:38
030 Nuno Ramalho 2:49
119 Francisco Lopes 2:56
141 Eduardo Silva 2:59
117 Carlos Cabedal 3:06

Boas Pedaladas,

Texto: Miguel
Fotografias: Pedro Diogo, João Valério (Zona 55 Bike Team), Costa93 (BTT Tromba Estendida)

4 comentários:

Edu@rdo disse...

Deve de haver aí malta que nem pára para abastecer. http://www.wikiloc.com/wikiloc/view.do?id=637796 http://picasaweb.google.pt/eduardonobresilva/BTT# http://www.abtfoto.com/

Anônimo disse...

Oi pessoal
Foi o meu primeiro btt a serio... tal era a ansiedade em participar que nem a chuva que caiu durante a noite me fez mudar de ideia que fui o primeiro a chegar a zona de partida...mas tb foi com enorme satisfação que cheguei ao fim.
desde já o meu obrigado ao pessoal do btt cabeço das aguias pelo apoio.
Em relação ao almoço a minha experiencia nao me permite opinar opiniao mas estava 5*.
Continuaçao de boas pedaladas

Mário Domingos

Anônimo disse...

A malta está toda de parabens.
Mário e Eduardo:
Isto é porreiro e recomendo vivamente a vossa continuação com a malta. Só tem um incoveniente... os € que se gastam, de resto, além de mantar a forma fisica, alivia o stress e fumenta muitas amizades, continuem!
Quanto aos outros, venham daí esses comentários...

Luís Inácio

Anônimo disse...

Uma bela manhã de BTT, a comer muita lama durante os 40kms de percurso.
Trilhos muito bem escolhidos, apesar das subidas que até a pé doeram!
As bikes..já dava pena ouvi-las a queixarem-se com tanta água e lama à mistura..
Parabéns a todos os participantes do Btt Cabeço das Águias, incluindo obviamente, o Mário Rui e o Eduardo!
Próximo passo: aquisição de equipamentos pa sermos cada vez mais em cada passeio ;)
Espero que estejam preparados para dia 8.. É que o João não perdoa!

Boas pedaladas, Gonçalo Coelho.