MAPA DE VISITAS MUNDIAIS

free counters

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Passeio domingueiro 02/08/2009


Pois é, como já tem sido hábito desde há alguns meses, este domingo o passeio foi feito por estrada.
Tudo combinado de véspera, às 7h da matina junto ao Tobajara, pela fresquinha para fazer a tão dessejava volta Ponte de Sôr - Gavião - Arreciadas. Lá estavamos nós (Gonçalo, Filipe e Zé Casaca) preparados para esta voltinha, numa manhã cheia de sol, ideal para estas lides!
Lá saímos em direcção a Bemposta, e eis que surge a primeira parede, ainda com as perninhas frias, algué, grita "Soltem a parede"! E lá vamos nós, com um elemento (que não digo quem é... Zé Casaca) a reclamar pelo facto de colocarem aquela subida naquele local, onde ainda nem tinhamos o aquecimento feito :) Passada esta primeira dificuldade, é so a rolar. E qual o nosso espanto quando, na recta da Ponte de Sôr, um ciclista passa por nós a alta velocidade e ao dizer "bom dia" olha-nos com cara de espanto.. Quim, outro elemento do Btt Cabeço das Águias. Combinações feitas na véspera, com gajos com a tromba cheia de vinho é o que dá.. :)
Lá seguimos os 4, agora com o amigo da talega, a rolar por essa estrada. Uma paragem para comer e beber em Ponte de Sôr, outra em Gavião, e lá descemos como se não houvesse amanhã em direcção a Alvega.
A 1km do final ainda houve tempo para um furo, quando alguém falou em minis. Problema resolvido lá vamos nós a subir desalmadamente em direcção ao Tobajara, onde nos podemos refrescar com aquele maravilhoso nectar....de Vialonga!
Um belo passeio com 90kms, onde por motivos alheios à direcção não se realizou reportagem fotográfica, ficando aqui apenas a imagem da bela Moser do Filipe.

Boas pedaladas, Gonçalo Coelho.

Um comentário:

Edu@rdo disse...

Esta semana vem uma entrevista ao Marco Chagas na “crica” da semana. A última pergunta é: "Hoje em dia continua a andar de bicicleta?" ao que o ex campeão responde "Hoje em dia, sou fã das bicicletas de todo o terreno e raramente pego numa bicicleta de estrada." Eu sigo-lhe o exemplo. Aliás, mesmo quando tive uma bicicleta de corrida, já era um grande adepto de andar no mato.